Viagem 2020 – Roteiro de 05 dias pela Serra Catarinense #SerradoRiodoRastro

Olá galera, como vocês estão?
Depois de muito tempo, voltamos com esse Post especial sobre a Serra Catarinense. Realmente foi um lugar que nos surpreendeu e deixou lindas memórias. Então vamos com a gente?
Resolvemos fazer essa trip de carro e fomos parando em várias cidadezinhas. Mas aqui para o Post focaremos na Serra.

Como chegar?

A maneira mais comum é descer no Aeroporto de Florianópolis e alugar um carro para subir a serra. São umas 2h de viagem e você já começa a sentir a região. Estrada com muitas curvas e paisagens lindas. Aproveite para curtir bem a vista e se você enjoa fácil, aconselhamos um Dramin rsrsrs.

Chegada em Urubici

Chegamos em Urubici já no fim da tarde, vindo de Curitiba. Aproveitamos para descer a Serra da Graciosa e fica a dica para quem vier de Curitiba, não deixe desse passar por essa linda serra!

De lá nós fomos direto para a pousada. Que inclusive, recomendamos demais. Ficamos na Pousada Vila dos Butias. É super bem localizada, a dona nos recebeu muito bem, além de ter um café da manhã bem caseiro e saboroso =) O que mais no chamou a atenção, foi o nosso quarto em formato de cabaninha, charme puro!


A noite fomos jantar no Pátio Urubici. São vários containers, bem decorados, com diversas opções de lanches e comidinhas. Estava uma delícia, valeu a escolha 😁

Dia 01 em Urubici – Cascata do Avencal, Serra do Corvo Branco, Gruta nossa Senhora de Lourdes e Morro do Parapente.

Levantamos e nos abastacemos com aquele super café da manhã da Pousada. Recomendamos o Pão de milho com nata, pense na delícia, huuuuuummm 😋

Em seguida pegamos nosso carro (isso é importante, todos os passeios só são possíveis com carro) e fomos para o primeiro ponto super conhecido de Urubici, a Cascata do Avencal. A cascata tem vários ângulos para ser explorada. Sendo que para cada ângulo é uma entrada diferente e um valor cobrado a parte. Nós fomos em 03 entradas. Mas achamos que duas entradas são mais que suficientes.

Fomos primeiro na parte superior, entrada 01. Lá tem a passarela de vidro, balanço do infinito e um restaurante/café.

Em seguida fomos na entrada 02, que na nossa opinião foi uma FURADA. Lá tem opção de tirolesa (que não estava funcionado) e restaurante (que também não estava funcionando) e a cascata vista por outro ângulo.

Por fim, fomos na parte inferior. Para acessá-la é necessário fazer uma trilha. Achamos a trilha tranquila, só cuidado com as pedras escorregadias e tem que ir com um calçado próprio que possa sujar kkkkk pois tem muita lama!!! Enfim, para nós a melhor vista da cascata! Se precisar escolher uma entrada, escolha essa 😁 👌


Após conhecer a Cascata seguimos estrada rumo a próxima aventura do dia, mas antes parada para o almoço. Anotem essa dica de almoço, porque o lugar é lindo demais!! O nome é Rancho Urubici. O lugar é um estilo galpão retrô norte americano com muitos detalhes legais, como várias placas, Kombi verde, digamos que é super instagramável kkkkkkkkk Se você gosta de tirar fotinhas, o rancho rende lindos cliques.


Abastecidos, seguimos para a próxima e famosa parada de Urubici, que é a Serra do Corvo Branco. É uma estrada cheia de curvas, com um asfalto que não é da melhor qualidade, mas com uma vista linda. Não andamos na estrada, por falta de tempo e aí ficamos apenas na parte superior admirando e tirando fotos. É uma parada interessante, vale a visita.

Voltando da Serra do Corvo Branco, paramos na Gruta Nossa Senhora de Lourdes. Se estiver sem tempo, aconselhamos pular essa parada. Pessoalmente, não nos chamou muita atenção.


Saindo da gruta, fomos para nossa última parada do dia ver o lindo pôr do sol. Opa, o que queremos dizer é que era pra ter pôr do sol, mas não teve kkkkkkk o fim da tarde estava extremamente nublado. Mas ainda assim valeu a parada. Fomos para o Morro dos Parapentes, que é uma atração relativamente nova da região. Sobre o morro: O acesso é complicado. Estrada de chão tensa e estrutura precária. Mas é só ir devagar, que chega tarnquilo. Então fica a dica 😉 Chegando lá o visual é lindo, pois é vista toda a cidade de Urubici. Além de ter 03 balanços do infinito e render lindos cliques. Quando o tempo favorece, tem também saltos de parapentes. Após passar um tempinho no morro, voltamos para a nossa pousada.


A noite comemos hamburguer artesal no Manali Bistrô. Local aconchegante e o hamburguer estava delicioso.

Dia 02 em Urubici – Morro do Campestre e São Joaquim.

Antes de seguirmos com o roteiro, vale a pena colocar que um dos pontos imperdíveis em Urubici é o Morro da Igreja. Nos dias que estávamos em Urubici o Morro estava fechado para visitação. Mas estaria aberto no nosso retorno da Serra do Rio do Rastro. Sendo assim, reservamos nossas entradas para a volta. Mas se você tiver em Urubici e estiver aberto o morro, recomendamos a ida nesse segundo dia.


Para acesso ao Morro da Igreja: É necessário fazer a reserva por esse site: https://www.icmbio.gov.br/parnasaojoaquim/guia-do-visitante.html, e retirar os tickets no escritório do ICMBIO em Urubici.


Agora vamos para o nosso segundo dia, de fato. Esse dia foi muito especial, pois o clima estava uma delicia, dia aberto, ensolarado e o céu estava muito azul, como nunca tínhamos visto antes. LINDO DEMAIS!
Nossa primeira parada foi no Morro do Campestre. A entrada é paga e tem uma ótima estrutura. É possível ir de carro boa parte do caminho. Após estacionar é necessário subir várias escadas kkkkkk indo devagar e aproveitando a vista da tudo certo =)


Chegando no topo do morro, o visual é incrível!!! É possível avistar uma linda vegetação, animais pastando, é realmente uma vista bem serrana. Amamos essa parada! Recomendamos demais!


Em seguida pegamos estrada rumo a cidade mais fria do Brasil: São Joaquim. No caminho de São Joaquim, paramos para nosso ALMOÇO. Almoço em caixa alta, porque não foi qualquer almoço. Foi O ALMOÇO!!! Pelo menos para nós. O local escolhido foi o Snow Valley Experience Park. Pense em um local diferenciado e bem gringo. A vista é incrível, além de ter trilhas e hospedagem.


Após esse super almoço, seguimos para São Joaquim. A cidade é um charme. Caminhamos pelas ruas, tiramos fotos na praça principal e paramos em uma casa de chocolates artesanal para comprarmos umas lembrancinhas =) Por último paramos na fábrica da Sanjo. São Joaquim é a cidade da maça e a fábrica Sanjo tem vários produtos locais, compramos um fardo de suco de maça gaseificado. A coisa mais gostosa da vida! Vale a parada!


Após esse dia lindo retornamos para Urubici. E ai vem outra dica =) Essa volta para Urubici foi um erro de cálculo. Era para ficarmos mais próximos de São Joaquim, pois nossas próximas paradas seriam por aquela redondeza. Então se você for seguir esse roteiro, não durma em Urubici, fique ali próximo de São Joaquim. Vai facilitar muito sua vida!

Dia 03 – Mirante Serra Rio do Rastro. Bom Jardim da Serra. Hospedagem no Snow Valley e trilha ecológica.

Acordamos e tomamos aquele super café da manhã em Urubici e seguimos para a cidade de Bom Jardim da Serra. Local em que fica a famosa Serra do Rio do Rastro.


Informação importante: A Serra do Rio do Rastro está em reforma. Só sendo possível passar por ela das 05h as 08h da manhã, ou após as 18h, todos os dias. Ou então aos domingos o dia todo.


No horário que fomos estava fechado, sendo assim fomos até o mirante, que já é super legal. É possível ver todas suas curvas, morros e vegetações. Rendeu boas fotos! Depois do mirante fomos visitar o Cânion da Ronda. Para o cânion tem duas entradas e ambas pagas. Fomos primeiro na entrada em que é possível avistar mais de perto o parque eólico. Infelizmente essa entrada estava fechada. Acreditamos que por ser próximo ao horário do almoço. Sendo assim, recomendamos que você vá em outro horário. Como não conseguimos entrar nessa primeira, fomos para segunda. A vista também é muito legal. É possível ver o parque eólico mais de longe e a imensidão dos cânions. Vale muito a pena!!!


Saímos dos Cânions e paramos para almoçar na Churrascaria da Cascata. Não gostamos muito da comida, mas a vista compensou. É possível almoçar e admirar a cachoeira da Cascata, que por sinal é linda!


Em seguida retornamos para o Snow Valley, fizemos o check-in e fomos explorar essa pousada lindaaa!! De cara você terá um super acompanhante, o doguinho Sam. Ele é muito simpático e nos acompanhou na trilha. A trilha é bem rústica, a vegetação bastante alta e ainda tinham locais com bastante água e lama. Durante a trilha tem umas paradas legais. A primeira é no famoso ônibus escolar amarelo, a segunda em uma casinha vinho super fofa. E os pontos principais da trilha são as cachoeiras. Nós fomos só até a primeira queda. Tem também arvorismo e tirolesa!


Retornamos para o restaurante do Snow Valley, pedimos umas bebidas e ficamos admirando o pôr do sol. Sobre a pousada é importante destacar que após as 18h todos os funcionários vão embora e o restaurante fecha. Então se você quiser jantar em um lugar legal terá que ir para São Joaquim, lá tem ótimas opções. Nós optamos por ficar na pousada, então pedimos lanches para levarmos para nossa cabana. E amamos nossa escolha.


Sobre a cabana: Achamos a coisa mais linda! Fica bem no meio da serra, então é bastante frio. Para isso, as cabanas contam com uma linda lareira, e micro-ondas para esquentar seu lanche/jantar. Foi uma noite fria e linda! Amamos!!


No dia seguinte é servido na pousada um café da manhã estilo Brunch, muito gringo e delicioso. Ótima maneira de nos despedirmos dessa experiência super legal. Ficamos com muita vontade de voltar! Se você não gosta de um padrão mais rústico, não recomendamos kkkkkkkk

Dia 04 – Ida para o Rio do Rastro Eco Resort

Deixamos para o último dia uma diária no Rio do Rastro Eco Resort. Local muito esperado por nós! Da uma olhadinha no site para vocês sentirem o porque de tanta expectativa https://www.riodorastro.com.br/
Por nós ficaríamos muito mais dias, mas o preço é bem SALGADO então ficamos só uma diária mesmo, o que nos deixou com um gostinho bem forte de quero mais kkkkkk.


É realmente um local diferenciado. Conta com várias opções de trilhas, cavalgada, lhamas e uma estrutura impecável. Infelizmente no dia da nossa única diária, o tempo virou TOTALMENTE! A neblina desceu e não foi possível exploramos nada do local. Ainda bem que o quarto era ótimo, com lareira e banheira.
Para nós que estávamos com muita expectativa foi bem frustrante. Mas olhando por outro lado, temos a desculpa de voltarmos um dia. Ebaaa \o/


A noite o jantar foi no restaurante do Resort, estava muito bom! Sem dúvidas a melhor refeição da viagem.

Agora algumas observações sobre o resort. Achamos tudo realmente muito caro. Lá tem um passeio muito especial, que é ver o pôr do sol em frente ao cânion, mas não é incluso. E achamos o preço abusivo, R$800!!! Além dos outros passeios que também são pagos a parte. Por conta da neblina não estava tendo nenhum passeio, então nem tivemos opção de sofrer muito por conta desse valor kkkkkkk Mas se você for e tiver interesse em fazer algum passeio já pode ir avisado. Nós não sabíamos e ficamos realmente escandalizados kkkkkkkkkkkkkk

Dia 05 – Serra do Rio do Rastro e Morro da Igreja

O resort é na boca da Serra do Rio do Rastro, muito pertinho mesmo. Então acordamos as 05h da manhã para dirigirmos nela. Foi muitooooo legal e valeu muito a pena! A neblina deu um tempo e tivemos o privilégio de vermos o nascer do sol na serra.

Sobre a estrada, tem realmente muitas voltas fechadinhas. Mas indo com cuidado é super tranquilo. Foi uma experiência para levarmos para a vida! Valeu a pena! Quando estávamos voltando a neblina apareceu outra vez, e chegando no resort já não conseguimos ver nada =\


Fomos tomar nosso café da manhã e estava bem gostoso. Tudo fresquinho e quentinho! Uma delícia!
Estava chegando a hora de dizer adeus para esse paraíso =\ Arrumamos as coisas e fomos direto para o Morro da Igreja. Lembra que explicamos dele no início do Post?


A parada no Morro é muito interessante. É o local em que foi registrado o dia mais frio do Brasil, -17,8º. Além de ter uma vista surreal!! Sobre a vista, sabemos apenas por foto kkkkk pois quando chegamos no topo do morro a neblina era tanta que não dava para ver NADA!! Mas valeu a tentativa!


Hora de dar Tchau!!! Depois do Morro da Igreja, seguimos viagem de volta para nossa terra kkkkk No caso Brasília – DF.


Gostaram do Post? Espero que sim!! Qualquer dúvida podem colocar nos comentários que a gente responde =)

Um comentário em “Viagem 2020 – Roteiro de 05 dias pela Serra Catarinense #SerradoRiodoRastro

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: