Santiago/CHL – Conhecendo a cidade e a Vinícola Concha y Toro

Hey guys!!! Vamos para mais uma aventura? Dessa vez em terras estrangeiras!

IMG_20141008_180442
Cerro San Cristóbal

Em 2014 tínhamos mais alguns diazinhos de férias, mas não sabíamos para onde ir. Começamos a pesquisar Maceió ou alguma outra cidade litorânea do nordeste, mas os preços estavam beeeeem salgados. Até que saiu uma promoção de passagens para Santiago/Chile e não pensamos duas vezes kkkkkk  Para nós dois ida e volta custou R$1663,36 (preço bem bom! até hoje não achamos igual). Fizemos um roteiro de 11 dias e queremos compartilhar nossa primeira experiência fora do Brasil. Vamos falar de alguns errinhos de iniciantes que cometemos, para que não caiam também srsrsrs e mostrar algumas dicas bem legais, porque nós amamos o Chile. E já voltamos lá algumas vezes hehehe Acompanha a gente ai que você vai ver =) Vale a pena!

IMG_20141007_155610
Cerro Santa Lúcia

Então… antes de viajar é extremamente importante pesquisar sobre o clima. Fomos em outubro, ainda tinha neve, mas não é aquela neve fofinha, é uma neve já congelada e compactada, que já começa a derreter. Amamos ir nesse período, pois pegamos um clima bem equilibrado e para se locomover aos passeios era mais fácil e mais em conta. Em alta temporada os preços são mais abusivos e as principais atrações bem cheias. Caso se queira esquiar e pegar a neve fofinha, deve-se ir de final de Maio à final de Setembro.

IMG_20141007_101425
Vista do Apart

Quanto à hospedagem, em Santiago, os locais mais procurados são o próprio Centro ou o Bairro Providência. O Centro possui vários pontos turísticos próximos, que são possíveis de visitação caminhando, como o Palácio La Moneda, Plaza de Armas, museus, mercado central, entre outros.  Nesta parte, é bem cara de centro de cidade grande mesmo hahahh no caso, se tiver interesse em um local mais moderno e chique opte pelo Providência. Este bairro tem uma vida noturna bem legal, com vários restaurantes e barzinhos. As duas opções são excelentes e diferentes. Nessa primeira viagem ficamos no Centro. No mochilão de 2015 ficamos em Providência. Amamos e recomendamos os dois.

Dessa vez não ficamos em Hotel, alugamos um Apart Hotel no Centro (resolvemos testar o aplicativo Airbnb para reservas! Recomendamos! Tem um link aqui do ladinho para você conhecer o app). Muito bem localizado. Essa hospedagem custou R$1183,00 (11 diárias, 10 noites). Foi muito legal ficar nesse Apart, a única parte ruim é não ter café da manhã e pessoal que arruma o quarto rsrs. Bem, depois dessa breve introdução vamos ao nosso roteiro.

1º Dia – Desembarcando no Chile.

O nosso voo de ida foi pela manhã (tipo madrugada mesmo heehhe) com escala em São Paulo. Chegando em São Paulo, resolvemos trocar um pouco de reais por pesos chilenos (moeda chilena), para assim que chegássemos em Santiago termos como pagar táxi até o Apart e para prevenir de alguma eventualidade. Só para constar, a cotação foi péssima, um roubo mesmo =\  Mas vamos para a parte boa. O voo de São Paulo à Santiago foi muito lindo e emocionante, pois a primeira imagem que se vê é a cordilheira dos andes abaixo do avião. Um monte de montanhas altíssimas e lindas, cobertas de neve. É maravilhoso e inesquecível!!! Chegando ao aeroporto de Santiago, passa-se pela imigração, mas é super tranquilo e rápido.

PS: O que nós não sabíamos é que para entrar em território chileno, além de identidade ou passaporte, tem-se que preencher (ainda no avião) um formulário para entrega na imigração, com seus dados pessoais e com algumas perguntas se tem algo com você entrando no país, como altos valores em dinheiro, produtos para venda ou produtos provenientes de agricultura. E eles são bem rígidos. Seguem mesmo as regras. Então recomendo segui-las também para evitar multas e transtornos.

Passando essa parte, pegamos um táxi e fomos até o Apart. Essa locomoção custou R$84,44. Ahhh, nesse post colocaremos valores já convertidos para o real =)

IMG_20141006_213820~2
Jantarzinho romântico

Chegamos ao Apart de tardezinha. Fomos descansar? Não! Fomos explorar as redondezas. Estávamos empolgados demais hahaha Andamos ali por perto e paramos no mercado para comprarmos coisinhas para o café da manhã dos próximos dias e algo pra gente jantar. Adivinhem só o que compramos para nosso jantar super romântico? Miojo kkkkk isso mesmo! E tava muito bom! Ahh, só um detalhe, até você se acostumar com o peso chileno demora um pouco, o nosso primeiro contato mais impactante foi nesse mercado e ficamos um pouco perdidos, mas é normal, depois vai se adaptando.  Essas comprinhas pagamos com os pesos que tínhamos trocado no aeroporto. Voltamos para o Apart que, aliás, ficamos apaixonados, muito arrumado e limpo, além da equipe da recepção ser muito prestativa. Enfim, jantamos e descansamos para começarmos um novo dia.

2º Dia – Caminhando…

IMG_20141007_104217
Rua Paris/Londres

Acordamos muito animados para começarmos nossa saga. Preparamos o café da manhã e fomos caminhar. Caminhar mesmo, com força! Esse dia fizemos tudo a pé e andamos MUITO! Mas vamos por partes haha. Primeiro caminhamos pela Avenida Paris/Londres. Ela é feita por paralelepípedos e uns prédios bem antigos em volta, com bastante árvores. O nome da rua realmente representa seu aspecto. Parece que está na europa hahaha Ótimo para conhecer e fotografar. Bem, antes de continuar andando, vamos contar para vocês um dos nossos erros de principiante para ninguém cair também. Pensamos assim, precisamos trocar nossos reais por pesos e tals, mas cadê nossos reais? Cadê, cadê?? Caramba, isso mesmo, esquecemos de levar um montante maior de dinheiro kkkkkkkkkkk  Fomos tentar sacar direto nos caixas eletrônicos, o que é uma opção muito utilizada. Não tem uma cotação muito boa e tem algumas taxas por saque, mas no desespero, melhor que nada! Só que aconteceu do nosso cartão ser bloqueado e não conseguimos sacar =\ tentamos falar com nossa gerente do Banco do Brasil e não conseguimos. O desespero foi batendo, até que descobrimos que em Santiago tem Banco do Brasil. Cara isso literalmente nos salvou e foi uma ótima, pois sacamos dinheiro já convertido com uma excelente cotação e ainda desbloqueamos a senha. Ufaaa, que susto!!! Então o esquema é levar dinheiro vivo para poder ir às casas de câmbio. E fica outra dica, o Banco do Brasil também é uma ótima opção sacar dinheiro. Fomos para o banco de metrô (e para muitos outros lugares). Tem uma estação relativamente próxima. Saímos do banco praticamente na hora do almoço, paramos no subway e almoçamos lá mesmo.

Nós também andamos por uma rua muito movimentada, cheia de comércio e casas de cambio chamada Calle Ahumada. Achamos as melhores cotações lá e também super tranquilo e confiável para trocar dinheiro.

Depois do almoço fomos conhecer o Palácio La Moneda e o Centro Cultural La Moneda. Parada obrigatória em Santiago. De lá fomos andando até o Cerro Santa Lúcia. Não é tão pertinho, mas fomos caminhando e felizes da vida, depois de passado o sufoco hehehe   Este cerro é um parque muito lindo e o ponto alto (alto literalmente) é a vista, pois é possível ter uma visão panorâmica da cidade com os andes ao fundo. Mas prepara-se para subir MUITA escada, são muitos degraus. É bem cansativo, mas vale a pena! Aproveitamos o fim da tarde no cerro e voltamos andando para nosso Apart. No caminho paramos na Catedral, fotografamos e paramos para jantar no Tarragona, uma rede de lanches rápidos em Santiago. Agora sim, voltamos para o apart com os pezinhos doloridos de tanto andar, mas com um grande sorriso nos lábios e coração. Dia lindo!

3º Dia – Vinícola Concha y Toro.

IMG_20141008_104806
Café da Manhã no Apart

No terceiro dia, acordamos, tomamos nosso café da manhã e nos preparamos para conhecer a vinícola Concha y Toro. Fomos da maneira mais econômica, metrô. Em Santiago o metrô é excelente, atende várias regiões da cidade. Para ir para vinícola é muito simples, pegue a linha 4 de cor azul escuro até a estação Las Mercedes, pegue a saída Concho y Toro Ocidente. De lá fechamos um táxi até a vinícola, custou R$22. A entrada custou R$80 nós dois. Agora sim é só aproveitar!

É um passeio muito agradável e charmoso. O guia te acompanha no maravilhoso Tour, explicando tudo sobre a vinícola. Também existe a parte das degustações e de presente você ganha taças (lindas por sinal).  Lá tem restaurante, mas não almoçamos por lá. E quando estávamos saindo aconteceu algo muito legal, fizemos amizade com duas mulheres e voltamos na van que elas tinham vindo. Conversa vai e conversa vem, acabamos fechando o passeio para conhecer o tão esperado Valle Nevado. Como estávamos em quatro o motorista fez um preço mais em conta, ficou R$177 nós dois. Marcamos para o dia 5.

Bem, continuando nosso dia rsrs Descemos na estação do metrô mais próxima e depois fomos para a Estação Baquedano, que fica perto do bairro Bella Vista, muito aconchegante. Estávamos morrendo de fome (pra variar haha) e paramos para almoçar no Taco Bell. Amamos comida mexicana! Nosso sonho é o Taco Bell em Brasília, oh trem bom =)

IMG_20141008_172327
Entrada Cerro San Cristóbal

Abastecidos e felizes fomos caminhando até o Cerro San Cristóbal, outra parada obrigatória em Santiago. É um dos pontos mais altos da cidade, a vista é perfeita e o pôr do sol de tirar o fôlego. A subida é de funicular, uma espécie de teleférico, só que mais parecido com um trenzinho. Existe a opção de ir a pé ou bike, mas te desejo muita boa sorte e condicionamento físico, porque é MUITO íngreme e MUITO alto. Antes de chegar no cerro existe uma primeira parada para conhecer o Zoológico de Santiago. Não fomos porque nosso tempo estava apertadinho e não queríamos perder o pôr do sol, mas se você tiver com tempo creio que vale a parada, pois tem urso polar, tigre branco e até pantera negra =)  O Cerro é encantador, vale a pena gastar um tempinho lá. A entrada é paga, R$17,78 nós dois. Saímos do Cerro no finzinho da tarde, paramos no Starbucks para tomar aquele cafézinho e voltamos super satisfeitos e cansados para o apart.

Posts Relacionados:

Santiago/CHL – Dias de praia e de neve. Conhecendo Valparaíso, Viña del Mar e o Valle Nevado.

Um comentário em “Santiago/CHL – Conhecendo a cidade e a Vinícola Concha y Toro

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: